5 motivos que fazem Ash consultar na Pokédex um pokémon que já conhece

Muitos acham um absurdo quando Ash encontra um pokémon que ele já conhece e então saca sua Pokédex para saber mais sobre ele. Teoricamente, se Ash já conhece o pokémon, ele não precisa descobrir quem ele é. Sendo assim, apresentamos a seguir 5 motivos que fazem com que Ash consulte na Pokédex pokémons que ele já conhece.

1. Verificar se existem novos dados de um pokémon.

Ash vive ganhando novos modelos de Pokédex. Nessas versões mais atualizadas do aparelho, novas informações sobre cada pokémon podem surgir. Pesquisadores no mundo todo vivem descobrindo mais e mais coisas sobre os pokémons, logo, os dados de cada pokémon são atualizados a cada nova versão de Pokédex. Até mesmo nos jogos as descrições de cada pokémon mudam de uma versão para outra.


 

2. É praticamente impossível se lembrar de todos os detalhes de todos os pokémons.

Com centenas de monstrinhos existentes, não há memória que consiga guardar todos os detalhes de cada um deles. Decorar o nome de cada um já é um trabalho bastante árduo. Desta forma, é natural para qualquer pessoa esquecer de algumas informações que já obteve antes. Uma nova consulta à Pokédex se faz necessária para refrescar a memória.

 

3. Nunca ter visto antes nada na Pokédex sobre o pokémon em questão, apesar de já conhecê-lo.

Não é sempre que o Ash checa sua Pokédex quando encontra um pokémon novo. Veja Koffing, por exemplo. Ash já tinha visto Koffing com James várias vezes no início de sua jornada. Porém, ele nunca perguntou para sua Pokédex nada sobre Koffing. Eis que no último ginásio de Unova, após muito tempo sem ter visto um, Ash se depara novamente com um Koffing. Isso foi o suficiente para finalmente despertar o seu interesse de ver mais sobre ele na Pokédex.

 

4. Apenas por curiosidade.

Desde quando alguém é obrigado a usar a Pokédex apenas quando encontra um pokémon que nunca viu antes? Ela pode ser usada a qualquer momento e quantas vezes quiser. Quando Ash ganhou sua Rotom Dex em Alola, a primeira coisa que ele quis ver foi a descrição de Pikachu em sua nova Pokédex. Se tem um pokémon que Ash definitivamente não precisa verificar a respeito na Pokédex, esse pokémon é o Pikachu. Mesmo assim ele verificou, apenas por curiosidade. E não há mal nenhum nisso. Isso também justificaria ele ter verificado Corphish e Buizel quando estava em Unova, pokémons que ele inclusive já havia capturado.


 

5. Apresentar o pokémon para o novo público que assiste ao anime.

Os anos passam e pokémon vai conquistando novos fãs. O novo público muito provavelmente não conhece os pokémons mais antigos. Por esta razão, os roteiristas precisam fazer com que Ash veja novamente o pokémon na Pokédex, para que ele possa ser introduzido aos novos fãs. Em algumas temporadas as amigas de Ash também possuem uma Pokédex. Quando aparecia um pokémon já conhecido por Ash, era a amiga que consultava na Pokédex. Era uma boa saída para introduzir o pokémon antigo ao público novo, pois nesse caso a amiga de Ash realmente não conhecia o pokémon. Contudo, nas temporadas que só o Ash tem Pokédex, sobra sempre pra ele mesmo fazer as consultas.

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...