Spin-off: PokéPark 2 – Wonders Beyond

PokéPark 2: Wonders Beyond

Lançado para Nintendo Wii, PokéPark 2: Wonders Beyond é a continuação do aclamado PokéPark Wii: Pikachu’s Adventure. A história se passa muito tempo depois de Pikachu e seus amigos salvarem o PokéPark. Tudo mudou, inclusive os pokémons, e o único parceiro de Pikachu que permanece com ele é Piplup, que não é jogável. Eles começam em uma praia na região litorânea do parque e após conversar com alguns pokémons, acabam entrando em um portal que os leva ao Wish Park, onde estão localizadas todas as atrações deste jogo.

Eles brincam em uma Attraction e ao saírem são surpreendidos por algo misterioso que está fazendo pokémons agirem de maneira estranha, sendo escravizados com bolinhos. A dupla de amigos é salva de ser escravizada por Oshawott. Logo em seguida surgem enormes mãos negras dos céus que tentam agarrar os três. Eles fogem para o portal, mas Piplup tropeça e é seqüestrado. Aí começa a aventura de Poképark 2. A nova aventura se passa num local totalmente novo e conta com personagens de todas as gerações. O objetivo, como no seu antecessor, é fazer o maior número de amigos que você conseguir, porém, diferente do antecessor, eles não te ajudarão nas Attractions, mas sim nas batalhas.

A nova aventura está cheia de novidades. A primeira e mais importante delas é a adição de novos personagens jogáveis. Agora você pode explorar o parque com Pikachu, Oshawott, Snivy e Tepig. Todos possuem golpes exclusivos e uma jogabilidade excelente. Pikachu, porém, não teve mudanças na jogabilidade. Se você jogou Poképark 1 não terá dificuldades em aprender os comandos do Pikachu. Outra novidade é a adição do modo multiplayer. Agora você pode jogar as Attractions com seus amigos utilizando um dos quatro personagens jogáveis. Esse modo foi muito aguardado, mas seria melhor sua implementação no seu antecessor, visto que o foco de Poképark 2 não são as Attractions. Neste jogo temos apenas quatro delas. Uma novidade notável é a implementação de suporte nas batalhas. Quando a barra de energia de seu combatente estiver baixa, você pode chamar um dos pokémon que você fez amizade na área para te auxiliar. Dependendo do pokémon você pode controlá-lo, ou ele lançará um golpe destruidor.

Os gráficos e as vozes são um show à parte. Os gráficos são belíssimos. Você lembra que se trata de um jogo infantil quando você vê os gráficos coloridos. São seis áreas nessa versão, incluindo o Wish Park. As áreas contam com uma área principal e outra secundária. As vozes são, em sua maioria, exclusivas e isso somado ao fato que estamos livres dos guinchos eletrônicos dos jogos principais, é um dos atrativos principais desse  jogo. É muita novidade e é uma grande alegria ver os monstrinhos da 5ª Geração na tela de seu Wii. Apesar de ter se alterado do objetivo de seu antecessor, PokéPark 2: Wonders Beyond cumpre seu papel e é um ótimo título para se ter em seu Wii.

Prós:

– Batalhas mais frequentes e divertidas.
– Modo de jogador individual mais extenso.
– Presença de modo multiplayer.

Contras:

– Os Mini-Games podem ficar cansativos depois de um tempo.
– A história do jogo não é muito boa.

Screenshots





Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page