Por que o Charizard não obedecia o Ash?

Essa é uma pergunta que muitos fãs da série já se fez: por que Charmander parou de obedecer o Ash quando evoluiu para Charmeleon/Charizard? A resposta mais plausível para essa questão foi que Charmander se esforçou além do que podia suportar.

De volta ao episódio "A Marcha dos Exeggutors", para salvar uma manada de Exeggutors que estavam sob o efeito de uma hipnose de serem atingidos por uma explosão, Ash fez o seu Charmander usar o lança-chamas para que ele pudesse detê-los. Como eram muitos Exeggutors, Charmander teve que ficar disparando lança-chamas "até vomitar". Os pokémons, quando estão soltando algum golpe, consomem certa energia. Nos jogos, podemos entender essa energia como o PP que cada golpe possui. Quando o pokémon consome todos os PP de um golpe, ele se torna incapaz de realizar aquele golpe até que recupere as energias (quando é curado através de item ou Centro Pokémon).

Podemos imaginar então que Charmander havia consumido todo o PP do lança-chamas e não tinha mais energias para continuar disparando o golpe. Contudo, ele teve que continuar usando além dos seus limites. Todo esse consumo de energia pode ter feito o seu corpo reagir de tal forma que fez com que Charmander evoluísse. Aquele não era o momento certo de Charmander evoluir, talvez a evolução foi um meio que o corpo dele encontrou de ficar mais forte, quem sabe como forma de suprir todo esse consumo de energia.

A partir desse momento, Charmeleon parou de obedecer o Ash. É possível que ele tenha perdido o respeito pelo Ash por ele ter sido forçado a gastar muita energia. Ele pode ter pensado que Ash não se importava mais com ele e parou de seguir suas ordens. Vários pokémons mudam a maneira de pensar e agir quando evoluem. Com um corpo evoluído, Charmeleon adquiriu um orgulho. Ele se achava mais poderoso e agia conforme a sua vontade, não dando ouvidos a Ash.

Mais adiante, Charmeleon evolui novamente. Mais uma vez, ainda não era a hora de ele evoluir. Mal tinha se tornado um Chameleon e já se torna um Charizard. Parecia até que ele queria salvar Ash das garras do Aerodactyl, mas não foi isso que motivou sua evolução. Ele reconheceu que Aerodactyl era um oponente forte, e para mostrar que era ainda mais forte, desenvolveu o seu corpo ainda mais, evoluindo para Charizard. E agora com um par de asas, Charizard poderia enfrentar Aerodactyl sem problemas.

Desde então, Charizard recusava-se a lutar contra oponentes que julgava serem fracos. O orgulho dele estava acima de tudo. Charizard só lutava quando via um adversário que considerava forte. É o caso da batalha que fez contra o Magmar de Blaine. O próprio Brock mencionou que Charizard só obedeceu porque queria testar suas forças contra um oponente poderoso como o Magmar. Quando venceu, Charizard lançava chamas pros ares, de forma imponente para demonstrar o seu poder. No 1º filme, logo que Charizard avista Mewtwo, ele percebe logo um oponente poderoso e dispara um lança-chamas. Contudo, Charizard não encontrou muitos oponentes realmente poderosos. Nas Ilhas Laranja, Charizard foi congelado pelo Poliwrath. Ash tomou conta dele e Charizard finalmente percebeu que Ash ainda se importava com ele, voltando a obedecê-lo desde então.

Há quem diga que Charizard não obedecia pois, assim como nos jogos, é necessário ter um determinado número de insígnias para que um pokémon trocado possa te obedecer. Contudo, apesar de Charmander ter pertencido a outro treinador, Ash não o obteve através de uma troca. Chamander foi libertado por Damian, seu antigo treinador, logo, Ash o capturou como pokémon selvagem. Além disso, Ash já tinha 6 insígnias quando Charmander evoluiu, o próprio Charmander foi usado contra o Golbat de Koga, conseguindo a 6ª insígnia do Ash. E mesmo depois de ter conseguido todas as 8 insígnias, Charizard continuava a desobedecer o Ash, inclusive na própria Liga Pokémon.

Pela regra dos jogos, qualquer pokémon obedece o treinador que tiver todas as 8 insígnias. O professor Carvalho mencionou que Charizard não achava o Pikachu de Ritchie um oponente digno para uma batalha, por isso recusou-se a lutar. Devemos lembrar que os jogos tem limitações. O anime é mais realista que os jogos, logo, um pokémon desobediente só irá obedecer a partir do momento que confiar em seu treinador ou considerá-lo digno o bastante para que possa ser comandado por ele. Como no jogo não tem como se medir isso, "supõe-se" que um treinador com todas as insígnias seja um treinador digno.

Outro motivo que pode ter levado Charmeleon a parar de obedecer o Ash é que, quando evoluiu, ele pode ter pensado que Ash só estava com ele porque queria ter um pokémon poderoso (a evolução ocorreu depois de muitos poderosos lança-chamas). Afinal, enquanto era Charmander, ele sabia que Ash se importava com ele. Lembram-se que quando Damian voltou, viu que Charmander era poderoso e pediu-o de volta, Charmander o atacou com lança-chamas? Ele havia feito isso pois sabia que Damian só queria ele agora pois tinha visto como ele era poderoso. Vemos Charmeleon e Charizard usando o lança-chamas em Ash sempre quando se sentiam importunados por ele. Ele pode ter continuado assim até perceber que Ash não estava com ele apenas pelo seu poder (mais tarde Charizard eventualmente soltaria alguns lança-chamas em Ash, mas nessas vezes é apenas uma forma de dizer "oi" a seu treinador). Hoje em dia, Ash e Charizard possuem um vínculo tão forte quanto o que o Ash tem com Pikachu.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...