Pokémons que evoluem por troca são capazes de evoluir naturalmente quando são selvagens?

Haunter, Onix, Dusclops, Boldore, Phantump, entre outros pokémons, são conhecidos por evoluírem exclusivamente por troca. Trocas só podem ser realizadas entre treinadores, então, é possível existirem pokémons selvagens como Gengar, Steelix, Dusknoir, Gigalith, Trevenant, etc.?

Há quem diga que se existem pokémons como Gengar e Alakazam selvagens, é por causa de algum treinador que os abandonou. Bem, então eles não deveriam ser tão populosos na natureza, ou temos treinadores abandonando esses pokémons o tempo todo? Por acaso essas evoluções só teriam sido descobertas quando treinadores começaram a usar a tecnologia do Mundo Pokémon para realizarem trocas? O caso é que podem existir outras maneiras de evoluir tais pokémons, que não estão sob influência dos humanos, permitindo assim que eles sejam capazes e evoluir mesmo sendo selvagens.

Vejamos por exemplo o caso do Slowking. Certa vez o anime mostrou uma evolução de Slowpoke para Slowking, sem ser por troca. O que aconteceu foi que o Slowpoke conseguiu colocar uma King’s Rock em sua cabeça, que em seguida foi mordida por um Shellder, fazendo Slowpoke evoluir para Slowking. Logo, se vemos um Slowking selvagem, podemos deduzir que algo do tipo aconteceu para que ele evoluísse.

Vamos ver agora o caso de Steelix. A Pokédex de Pokémon SoulSilver diz que quando um Onix vive 100 anos, a composição de seu corpo fica parecida com um diamante à medida que evolui para Steelix. Parece que com o tempo o corpo de Steelix vai sofrendo mudanças até ser capaz de evoluir sozinho. Logo, se vemos um Steelix selvagem, ele pode ter passado por esse tipo de processo para ter evoluído.

O anime também mostrou Clamperl evoluindo para Huntail e Gorebyss. Em águas que continham partículas de DeepSeaTooth, os Clamperl evoluíam em Huntail. Já nas águas com partículas de DeepSeaScale, eles evoluíam em Gorebyss. Mais uma vez, a evolução acontece sem a necessidade de trocas. Importante observar que nesse episódio foi dado um DeepSeaTooth ao Clamperl de um treinador e um DeepSeaScale ao Clamperl outro treinador. Eles não evoluíram de imediato. Após as pokébolas serem transferidas para o centro pokémon, os Clamperls foram capazes de evoluir. Algo similar aconteceu com o Poliwhril de Misty, que estava com uma King’s Rock e foi transferido de um centro pokémon para outro. Ele foi capaz de evoluir assim que Misty o chamou para fora de sua pokébola. Esses pokémons não eram selvagens, mas foram capazes de evoluir sem trocas.

Provavelmente, a troca não é a única forma que permite a evolução desses pokémons. Existem outros meios pelos quais esses pokémons são capazes de evoluir, formas de evolução que talvez não possam ser provocadas pelos humanos. É por essa razão que é possível encontrá-los como pokémons selvagens. Devemos lembrar que o sistema de trocas foi criado para aumentar a interação entre os jogadores dos games. Muito provavelmente a evolução por troca foi uma ideia dos desenvolvedores dos games para promover a utilização desse recurso.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...