PETA cria campanha negativa contra Pokémon

Hello, minna!

Aproveitando o lançamento dos novos jogos aqui no ocidente, uma organização não governamental que luta pelo direito dos animais, a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals, “Pessoas pelo Tratamento Ético de Animais”), lançou uma campanha negativa essa semana, acusando (mais uma vez) a franquia Pokémon de promover os maus tratos a animais.

A organização, conhecida por promover campanhas um tanto radicais, lançou um jogo online onde Pikachu e seus amigos se rebelam contra os humanos, em busca da liberdade, para pararem de sofrer nas mãos de seus “treinadores cruéis”.


(Logo do jogo, com o lema “Temos que libertar todos!”)

“Assim como os animais do mundo real, Pokémon são tratados como objetos desprovidos de sentimentos e usados em atos como entretenimento humano e experimentos científicos. A forma como os Pokémon são presos dentro de Pokébolas é similar à forma como os circos acorrentam elefantes dentro de vagões ferroviários e os deixam sair apenas para apresentar truques confusos e muitas vezes dolorosos que lhes foram ensinados com o uso de bullhooks afiados como aço e estímulos elétricos.”

O jogo, além de várias frases moralistas e pokémons com feridas e corpos mutilados, também inclui um vídeo onde os maus tratos contra os animais (especialmente na indústria alimentícia) são evidenciados, em cenas um tanto quanto pesadas para crianças (e pessoas com o estômago fraco) assistirem.

A meta da organização é atingir o público infantil, conscientizando as crianças sobre a terrível maneira em que são tratados os animais, e que colocá-los para lutar entre si não tem graça nenhuma.

A campanha repercutiu muito nas redes sociais, principalmente no Tumblr, onde vários posts pró e contra a PETA foram criados.

Clique aqui para visitar a página do jogo ‘Pokémon Black & Blue’

O que você acha de tudo isso?
É a favor ou contra a campanha? Acha que ela surtirá efeito? Seria um exagero da organização?
Deixe sua opinião nos comentários!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Você também pode gostar de...