Juiz de Batalha

Um juiz de batalha, também conhecido como árbitro, é uma pessoa no anime que preside o julgamento de batalhas pokémon entre treinadores de forma oficial, identificáveis ​​pelo símbolo de pokébola em suas camisas. Eles são encontrados em torneios, campeonatos, e até mesmo algumas partidas de líderes de ginásio quando o líder não designa uma pessoa em especial para arbitrar a partida. Nos jogos não encontramos nenhum correspondente de um juiz de batalha.

A maioria dos líderes de ginásio, no entanto, não tem juízes oficiais da liga. Em vez disso vemos algum estudante capacitado, estagiário, assistente, ou até mesmo um membro da família para ajudar a arbitrar as batalhas entre líder e treinador. Suas arbitragens são oficiais e parecem ter os mesmos poderes de julgamento dos juízes de batalha profissionais. Este não é o caso da maioria dos ginásios de Kanto, onde nenhum juiz oficial ou não oficial estava presente para arbitrar, exceto no caso de Agatha no ginásio de Viridian, que permitiu que Scott fosse o juiz de sua batalha contra Ash. Naquela época, os próprios líderes de ginásio serviam como os juízes de suas batalhas. Robôs também podem arbitrar batalhas entre treinadores, como pode ser visto nas batalhas de Ash contra Spenser, cujo robô é chamado Jamero, e na batalha de Ash contra Volkner.

Os líderes de ginásio são qualificados para atuar como juízes. O ex-líder de ginásio Brock tem proporcionado o julgamento de muitas batalhas entre treinadores ao longo da série, Roark presidiu uma batalha oficial de ginásio entre Byron e Ash, e os avós de Flannery e Skyla, que já foram líderes de ginásio antes de suas netas, assumiram o cargo de juiz nas batalhas que elas fizeram contra o Ash.

O episódio do anime “Dia do Julgamento” mostra o treinamento que uma pessoa deve percorrer para se tornar um juiz. Em Hoenn, o Instituto de Treinamento de Juiz de Batalhas Pokémon está localizado na Ilha Bomba, onde a Professora Serena dá aulas e o ex-estudante Jimmy estudou. Jimmy menciona que para a formação de juiz de batalha, esta escola é “a única que há”, que indicaria que todos os juízes são treinados em Hoenn ou que esta é a melhor escola para essa formação (se não uma das melhores escolas).

De acordo com o Brock, não há muitos juízes aptos para avaliar uma batalha no nível necessário das batalhas sancionadas pela Liga Pokémon, por isso existem tantos que exercem essa função de forma “não-oficial”. Max indica o prestígio e a estima da profissão: uma vez que tão poucos são capazes de julgar uma batalha da liga, simplesmente ser apto já é uma honra.

Todos os juízes de batalha vestem uma camisa de manga comprida com um padrão preto, gola virada para baixo e um emblema de pokébola no lado esquerdo, acima do coração. As cores das camisetas variam, mas os tons mais comuns são de cor laranja e azul. Além disso, qualquer tipo de vestimenta é usado para as pernas, mas o que parece ser mais comum são shorts. Os shorts são geralmente alinhado, na bainha das pernas, com a combinação de cores da camisa. Juízes robóticos, por outro lado, variam em tamanho de forma, mas são, normalmente, equipados com bandeiras vermelha e verde, as bandeiras que designam os oponentes.

Os juízes são treinados para avaliar criticamente o campo de batalha, que inclui o pokémon, os treinadores, e o próprio campo, se o terreno não é comum. Eles precisam ser capazes de reconhecer quando um pokémon desmaiou (ou temporariamente inconsciente, como em alguns casos do Pikachu) e anunciar um vencedor através da derrota, determinando todos os aspectos de um pokémon, incluindo os papéis que cada um desempenha e o que cada espécie como um todo é capaz de fazer (ataques e habilidades).

Eles são responsáveis ​​por iniciar oficialmente uma partida e dizer as regras da batalha, como por exemplo, quantos pokémons cada treinador pode usar e quais são as cláusulas, tais como limitações de substituição, deixando claro a todos os treinadores envolvidos quais são os parâmetros da batalha. Os termos para uma vitória são também de sua decisão, como o que é necessário para um treinador perder a batalha. Na prática geral, o padrão parece ser até que todos os pokémon disponíveis de um lado estejam “fora de combate”.

Sua decisão geralmente é absoluta, de modo que fazer um julgamento correto é imprescindível para o eventual anúncio de uma batalha. Um julgamento errado pode levar ao questionamento das habilidades de um juiz para arbitrar, especialmente em um ambiente profissional. De acordo com a Serena (a professora do instituto de juízes), um juiz de batalha deve ter certeza de que a decisão e o julgamento que eles estão fazendo é correto, caso contrário, podem cometer erros.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...