Gozações do anime

As “gozações” estão presentes em vários episódios com o intuito de dar uma graça a mais no anime. São breves acontecimentos que se repetem por mais de um episódio e que viram rotina, geralmente alguma palhaçadinha para divertir o telespectador. Vamos acompanhar nesta matéria alguns deles:

Jigglypuff:

Jigglypuff ficou conhecido no anime pela sua canção de ninar. Logo, suas aparições significavam que todos que estivessem ao seu redor iriam dormir, uma vez que sempre canta sua canção quando aparece. Quando via que todos estavam dormindo, Jigglypuff se irritava e inflava o corpo, então começava a rabiscar a cara de todos os dorminhocos ao seu redor.


Marill e Minccino:

Podemos dizer que Marill foi um segundo Jigglypuff. Este Marill apareceu nos mini-filmes da saga DP e cantava toda vez que aparecia, botando todo mundo pra dormir. Ficava com raiva e inflava o corpo assim como Jigglypuff. No entanto, não possuía microfone, e em vez de rabiscar as caras, usava o chicote de cauda para bater nos dorminhocos. No primeiro mini-filme de BW tínhamos o Minccino que agia da mesma forma, cantava, colocava os outros para dormir, inflava as bochechas e varria os dorminhocos com sua cauda.


Equipe Rocket:

Essa é a piada que acontecia na maioria dos episódios. Sempre quando eram derrotados e atingidos por um golpe, Jessie, James, Meowth e seus pokémons eram arremessados para o espaço, até desaparecer num pequeno ponto brilhante no céu, a famosa cena da “Equipe Rocket decolando de novo”. Cassidy e Butch também decolavam em algumas ocasiões. Na saga BW, Jessie, James e Meowth dispunham de dispositivos de espião, conseguindo evitar uma decolagem escapando em mochilas a jato.


Victreebel:


Sempre que James colocava seu Victreebel em batalha, ele se voltava para James e o engolia. O pokémon obedecia normalmente as ordens de James após isso, o fato de abocanhar James era apenas um gesto de afeição entre os dois, embora seja um tanto constrangedor. Ele chegou a abocanhar Jessie, Meowth e Arbok, mostrando gostar deles também.


Cacnea:


De uma maneira bem similar a Victreebel, Cacnea também se voltava para James sempre quando era enviado numa batalha. Embora não consiga engolir James, ele o abraçava. Como tem um corpo cheio de espinhos, acaba machucando James com isso. Isso também é apenas um gesto de afeição, ele obedecia James normalmente durante as batalhas.


Carnivine:


O terceiro pokémon de planta de James também o abocanhava e o abraçava para demonstrar afeição sempre que saia da pokébola. No começo, permaneceu na equipe ao mesmo tempo que Cacnea, fazendo James receber um duplo ataque quando ambos eram enviados. Após a saída de Cacnea, Carnivine continuou abocanhando James até o fim da saga DP.


Butch:


Por alguma razão, a maior parte dos personagens não conseguem pronunciar o nome de Butch corretamente. Quando aparece, é chamado de Biff, Buffy, Bob, Hutch, Botch, entre outras variações. Isso sempre deixa ele irritado. O pior é que, quando acertam o nome dele, ele por hábito de corrigir acaba chamando a si mesmo do nome errado. Cassidy é uma que normalmente consegue chamá-lo pelo nome correto.


Dr. Namba:


Assim como Butch, o Dr. Namba (cientista por trás de algumas missões de Cassidy e Butch) muitas vezes tem o seu nome pronunciado de maneira errada, sendo chamado de Dr. Samba ou Dr. Bamba. Se ele não está em cena, ele faz questão de ligar para dizer o seu nome certo.


Stephan:


Mais um que tem o seu nome pronunciado de forma errada. Stephan costuma ser chamado pelos outros personagens de Stephen, para sua decepção. Até mesmo os anunciantes do Club Battle, torneio organizado por Don George, o chamavam de maneira errada, para o seu constrangimento. No fim da saga BW, durante a liga Unova todos passaram a chamar o seu nome pela pronúncia correta.


Charizard:

Charizard, na época em que não obedecia Ash, deitava no campo e recusava as ordens de Ash nas batalhas. Além disso, usava seu lança-chamas em Ash, deixando-o torrado. Depois de um tempo, quando passou a obedecê-lo, continuou com o hábito de torrar Ash em algumas ocasiões, mas agora como gesto de afeto.


Glalie:


Enquanto era Snorunt, Glalie tinha dificuldade em utilizar o raio de gelo. Sempre que disparava o raio, acertava o que não devia e congelava tudo o que via pela frente. Depois que ele evoluiu, aprendeu a controlar o raio de gelo com perfeição. Ele ainda gosta de sair congelando os outros, mas assim como Charizard, como um gesto de afeto.

Gliscor:

Gliscor, enquanto era Gliglar, era meio chorão e medroso. Ele tinha medo de altura e sempre caía em cima de Ash quando se dava conta de que estava voando muito alto. Ele também não conseguia pousar direito, tornando a cair em cima de Ash quando tentava. Ele superou os seus medos depois que evoluiu para Gliscor, mas continuou caindo em cima de Ash de vez em quando, como gesto de afeto.


Brock:

 

Brock é famoso por ser mulherengo. Sempre quando vê uma enfermeira Joy, uma guarda Jenny, ou qualquer outra garota bonita, já começa a declarar o seu amor. Sempre há alguém para quebrar o clima antes que a garota consiga responder algo a Brock. No começo, Misty puxava sua orelha. Quando Misty saiu do grupo, Max foi o responsável por este trabalho. Em Sinnoh foi Croagunk, mas em vez de dar puxões de orelha, ele aplicava um golpe e tirava Brock de cena, arrastando-o. Enquanto Ash, Misty e Tracey estavam viajando pelas Ilhas Laranja, Brock havia permanecido na Ilha Valencia. Lá ele havia pedido a profª Ivy em casamento. Sem ninguém por perto para puxar sua orelha antes que ela pudesse responder, Brock acabou ficando abalado quando foi rejeitado, se encolhendo na posição fetal sempre quando ouvia falar no nome da professora.

Bonnie:

Em uma forma de paródia ao comportamento de Brock, sempre que Bonnie avista uma garota bonita, ela se ajoelha e pede que a garota "tome conta" de seu irmão, na esperança de que ela se case com Clemont. Ela sempre deixa Clemont muito embaraçado ao fazer isso. Então, Clemont usa o braço Aipom de sua mochila para tirar a irmã de cena. A única diferença de Brock é que Bonnie nunca pede para as enfermeiras Joy e policiais Jenny para se casar com Clemont.

Muk:

Muk gosta muito de humanos. Para demonstrar a sua alegria, ele sobe por trás da pessoa como se fosse esmagá-la. Geralmente é visto tentando esmagar o professor sempre quando Ash faz um telefonema a ele. Ele já subiu em pessoas como Jessie, o profº Birtch e o próprio Ash, mostrando que gosta de fazer isso não importando quem quer que seja.


Bayleef:

Enquanto era uma Chikorita, Bayleef gostava se andar no ombro do Ash e tinha ciúmes de Pikachu. Adorava se esfregar na cara de Ash, demonstrando carinho. Depois que evolui, já não pode andar em seu ombro. Em vez disso, Bayleef pula em cima de Ash, parecendo-se com Muk, e esfrega sua cara na de Ash.


Totodile:


Totodile é um pokémon bem alegre. Sempre que sai de sua pokébola isca começa a dançar, mostrando sua felicidade. Ele também dança para comemorar sua vitórias ou mesmo durante as batalhas, confundindo os adversários e frustrando Ash, ganhando algumas vezes de maneira engraçada.


Bicicletas:


No anime, Pikachu faz Ash passar por maus bocados sempre que conhece uma nova companheira de viagem. Acidentalmente, Pikachu, com seus golpes elétricos, torrou a bicicletas de Misty, May e Dawn quando começaram a viajar com Ash. Iris, no entanto, não possuía uma bicicleta quando conheceu Ash. Em vez disso, ela mesma foi eletrocutada por um choque de Pikachu. Bonnie também foi eletrocutada. Com Serena, nada demais aconteceu.


Psyduck:

O Psyduck de Misty é engraçado por ser um tremendo cabeça oca. Ele sempre escapava da pokébola quando Misty iria escolher outro pokémon e depois ficava sem entender como havia ido parar lá. Além disso, quando era enviado para a água, lutava para não se afogar, pois não sabia nadar, mesmo sendo um pokémon aquático. Apesar de não possuir golpes muito bons, Misty descobriu como despertar seus poderes psíquicos fazendo aumentar sua dor de cabeça.


Giovanni:


Quando Meowth está bolando um plano, geralmente para capturar um pokémon para dar para o chefe, ele começa a imaginar no que aquele pokémon seria útil para Giovanni. Ele conta que Giovanni poderia usar tal pokémon de diversificadas maneiras no seu dia-a-dia e acredita que ele seria eternamente grato caso consigam dar o tal pokémon para ele, dando alguma promoção ou algo do tipo.


Heracross:


Heracross é um ótimo pokémon, mas é viciado numa seiva, podendo se distrair facilmente para se alimentar da seiva de alguma árvore. Ele também gosta de chupar o bulbo de Bulbasaur, visto que ele tem características de uma planta. Bulbasaur não gosta disso e acaba chicoteando Heracross, que parece não se importar.


Snubbull:


Snubbull era uma pokémon que adorava morder a cauda de Meowth. Ela abandonou sua dona para ir em busca de seu sonho: aquela cauda maravilhosa. Snubbull viajou durante um tempo por Johto para saciar as suas fantasias com a cauda de Meowth, que se desesperava sempre que sua cauda era mordida.


Tauros:


Ash conseguiu capturar uma manada de Tauros na Zona do Safari. Sempre quando todos eles são vistos, a boiada sai correndo fora de controle sem se importar com o que possa estar em sua frente. Isso às vezes causa alguns prejuízos na paisagem, sobrando pra Ash e os outros terem que arrumar tudo depois. No entanto, o laboratório do profº Carvalho é o melhor lugar para viverem, visto que lá tem bastante espaço para correrem.


Wobbuffet:


O pokémon paciente também contribuiu com boa parte da comédia no anime. Wobbuffet não pode fazer muitas coisas em batalha a não ser contra atacar, por isso, acaba fazendo papel de bobo quando está em campo. Tem o hábito de escapar da pokébola frequentemente e algumas vezes em momentos desapropriados, ajudando a complicar ainda mais a situação dos Rockets.


Torkoal:


Aparentemente, Torkoal é um pouco emotivo e um tanto atrapalhado. Ele chora sempre que está feliz e solta fumaça pelas ventas. Ele também pode chorar quando ganha uma batalha e soltar fumaça quando é mandado para fora de sua pokébola.


Rhonda e Jack:


Rhonda é uma apresentadora de TV que possui Jack como operador de microfone. O problema é que Jack é tão desajeitado com o microfone que Rhonda não consegue fazer uma gravação sem ser acertada na cabeça pelo microfone de Jack, deixando-a muito irritada. Eles apareceram durante alguns episódios de Sinnoh.


Gible e Piplup:

Quando o Gible de Ash aprendeu o Meteoro do Dragão, ainda não sabia utilizá-lo com perfeição. Sempre que tentava usar o golpe, ele falhava, fazendo a luz de energia desviar de direção e cair bem em cima de Piplup. Não importa para onde tentasse fugir, Piplup acabava sempre atingido pelo golpe falho. Depois de um tempo, Togekiss protegia Piplup de ser acertado, até que Gible aprendeu a controlar o golpe.


Conway:


Conway é um estranho pokénerd. Ele aparecia por trás das pessoas sem ninguém notar sua presença ou perceber quando estava se aproximando, assustando quem estivesse lá quando se revelava. Ele fazia isso com Dawn na maioria das vezes, aparentemente ele gosta dela.


Barry:

Barry é um treinador bastante energético. Costuma vir correndo em suas entradas, trombando-se com Ash na maioria das vezes. Ele sempre irá culpar a pessoa por isso, dizendo que ela deverá pagar uma multa e que ele está atrasado. Suas despedidas também costumam ser numa correria.


Bianca:

Bianca é um tanto atrapalhada e cabeça de vento. Costuma chegar correndo toda desmantelada em suas entradas. Quando se aproxima, acaba derrubando Ash dentro de uma fonte ou uma poça d’água que está por perto. Quando se dá por conta do que fez, começa a pedir desculpas desesperadamente.

Clemont:

Clemont é um garoto inteligente e um inventor, que se orgulha de suas invenções. Sempre que ele apresenta uma de suas invenções, os seus óculos brilham e ele diz que "o futuro chegou graças à ciência!", demonstrando a sua antecipação em situações que requerem o uso de seus aparatos. O problema é que, apesar de funcionar a primeiro momento, suas invenções acabam explodindo na maioria das vezes. Além disso, ele não é muito criativo para dar um nome para as suas invenções.

 

Oshawott:

Oshawott é um pokémon bastante confiante e adora batalhar… mas só contra aqueles que acredita que pode ganhar. Quando se vê diante de um adversário medonho, corre por trás de Pikachu e o empurra, pois já viu como Pikachu é forte e acredita que ele possa lutar em seu lugar. Em diversas ocasiões, ele sai da pokébola sem ser chamado. Ele também é bastante comilão e sempre arranja encrenca por conta disso. Muitas vezes, após encher a pança, ainda rouba a comida se seus amigos, principalmente de Pignite.

 

Chespin:

Chespin tem uma personalidade muito parecida com Oshawott, sendo bastante comilão e roubando a comida de Pancham, que tem uma certa rivalidade. Ele também tem o hábito de saltar para fora da pokébola sem ser chamado.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...