De onde vem a água dos golpes de água?

Vemos muitos pokémons de água sendo capazes de disparar litros de água através de golpes como Water Gun e Hydro Pump. Muitas vezes, são quantidades absurdas de água, mais que os seus próprios corpos são capazes de suportar. De onde vem toda essa água? Por acaso seria a água que eles bebem? Seus corpos são capazes de produzir água? A água é invocada de algum lugar?

É difícil dizer que a água que os pokémons disparam foi anteriormente ingerida, pois como vemos, a quantidade de água que os pokémons soltam pode ir além do que os seus corpos podem suportar. Há quem diga que tais pokémons teriam uma espécie de órgão interno capaz de armazenar e "comprimir" toda essa água, de forma que tenha um limite de água que um pokémon é capaz de utilizar. Assim sendo, quando o PP de um golpe de água acaba, é como se a água que tinha nessa reserva tivesse acabado. E por conta disso, um golpe como Bubbles, que consome pouca água, tem um PP alto, enquanto um golpe como Hydro Pump, que consome bastante água, tem um PP baixo.

Se fosse isso mesmo, não tem como a água que existe nesse órgão ter sido ingerida anteriormente. Quando restauramos as energias de um pokémon, seja através de itens ou levando ao Centro Pokémon, seus PPs são restaurados e ele se torna capaz novamente de usar golpes de água, sem a necessidade de ter bebido água para isso. Além disso, nem sempre a água sai de dentro da boca do pokémon, o que torna a ideia de um órgão interno que armazena água muito improvável.

O fato da água da grande maioria dos pokémons sair pela boca deve ser por conta de ser mais fácil de disparar contra o adversário com todo o poder. Um golpe como Water Gun, que não consome muita água, pode ser controlado facilmente pela boca. Já um golpe como Hydro Pump, que consome bastante água, torna-se difícil para certos pokémons controlá-lo pela boca, principalmente aqueles que possuem a boca muito pequena. É por isso que vemos Squirtle se recolher para dentro do casco e sair girando para disparar um Hydro Pump, para poder usar o golpe com seu devido poder. Do mesmo modo é o caso de Blastoise, que usa os seus canhões para atacar. Vejamos Staryu, que não tem boca. Provavelmente ele dispara sua água através de um orifício em uma de suas pontas. Um outro caso diferente é Keldeo, que é capaz de disparar água com as suas patas.

Contudo, tanto Squirtle, Blastoise, Staryu ou Keldeo também parecem estar disparando água que saem de dentro deles, mesmo que não seja pela boca. Vejamos então Oshawott. Ele dispara Water Gun normalmente com a boca, mas quando ataca com Hydro Pump, ele faz um gesto com as mãos e a água surge, numa espécie de "portal", sendo disparada no estilo kamehameha! E que tal Piplup? Ele possui um bico muito pequeno e asas muito curtas, então o que ele faz é abrir esse "portal" diante de seu bico, onde a água pode sair com toda a sua força. Bem, acho que está bem claro que a água não sai de dentro do pokémon. Ela surge do lugar mais conveniente para o pokémon poder controlá-la.

Então, podemos entender que a água é invocada de algum lugar do planeta e trazida ao campo de batalha através da boca, canhão, portal, etc.? Bem, se isso for verdade, então os pokémons teriam acesso a uma enorme quantidade de água a qualquer momento, certo? Certo. Os pokémons seriam sempre capazes de atacar com água. O problema aqui é que os pokémons não são sempre capazes de fazer isso, lembram? Se a água é transportada de um lugar para o campo de batalha, não faria sentido o pokémon não poder mais atacar quando acabasse o PP do golpe de água. Dessa forma, o PP do golpe só acabaria quando a água do planeta também acabar, afinal, pensando dessa maneira, o pokémon teria acesso livre a qualquer água em qualquer lugar do planeta.

É mais fácil imaginar que os pokémons de água são capazes de produzir água, assim como os pokémons elétricos produzem eletricidade e pokémons de fogo produzem fogo. Imagine que tudo isso é criado através das energias do pokémon. Eles seriam capazes de criar uma espécie de reação química com suas energias, fazendo surgir a água. E como eles usam suas energias para fazer isso, uma hora essa energia se esgota. Sim, quando acaba o PP do golpe. Então, logo quando são curados, logo quando suas energias são restauradas, já são capazes de realizar os golpes de água novamente.

É só parar para analisar. Os golpes dos pokémons são criados através das energias que os pokémons possuem. Isso vale para golpes de qualquer tipo. Um pequeno Snivy é capaz de fazer surgir centenas de folhas para realizar um Leaf Storm ou um Leaf Tornado. Como isso é possível se ele não tem toda essa quantidade de folhas em seu corpo? Ele usa suas energias para criá-las! Torterra usa suas energias para elevar a terra do chão e ir subindo numa escalada para realizar um Rock Climb. Lapras usa suas energias para disparar um Ice Beam, congelando e criando gelo. Até mesmo o Rock Slide do Crustle são pedras criadas com suas energias. Por mais que o Rock Slide se pareça com pedras sendo invocadas de um lugar para o campo de batalha, elas são criadas através de portais, de forma similar ao Hydro Pump de Piplup.


Então chegamos a um problema: se a água que os pokémons usam para atacar é produzida, em um determinado momento ela iria evaporar, iria chover, ir para os mares… com mais e mais água fazendo parte do ciclo da chuva, o nível de água no planeta iria aumentando cada vez que os pokémons fossem produzindo mais água. Kyogre nem precisaria trabalhar para que as águas inundassem o continente. A resposta mais aceitável para isso é que a água que os pokémons produzem desaparece quando não está mais sendo utilizada.

Como assim desaparece? Por mais que a água dos pokémons tenha uma natureza similar à água comum da natureza, ela não é a mesma coisa, é apenas uma energia criada pelos próprios pokémons. Mais uma vez, isso vale para qualquer tipo. Todas aquelas folhas do Leaf Storm irão sumir depois de um tempo, a terra levantada pelo Rock Climb voltará ao solo, o gelo produzido pelo Ice Beam irá quebrar ou derreter a qualquer momento e até mesmo as pedras do Rock Slide não estarão mais lá depois que a luta terminar. Geralmente não vemos (ou pelo menos não percebemos) isso acontecendo durante as batalhas. Contudo, não é difícil perceber algo do tipo acontecendo nos torneios e exibições pokémon, onde os coordenadores e performers exibem a beleza dos golpes. Lá, vemos golpes dos mais diversos elementos explodindo, criando faíscas, virando purpurina, se transformando em fogos de artifício e fazendo um show de luzes. Os golpes desaparecem pois se tratam apenas de uma energia criada pelos pokémons.

Enfim, devemos lembrar mais uma vez que o Mundo Pokémon não precisa ter lógica. Tentar entender de onde vem a água dos pokémons é o mesmo que procurar descobrir como eles conseguem realizar um Sunny Day durante a noite ou um Dig em alto mar. São todos assuntos que ficam por conta da imaginação dos fãs.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Robert

Webmaster da Pokémon Mythology. Responsável pela redação e administração. Escreve a maior parte do conteúdo do site, em especial os detonados.

Você também pode gostar de...